Logo - Sesc Pantanal Estância Ecológica

Institucional

Notícias

Integração de brigadistas combate focos de incêndio no Pantanal de Poconé e Barão de Melgaço

01/09/2021
Fonte: Sesc Pantanal
Foto: Sesc Pantanal

Os focos de incêndios registrados no início da temporada da seca 2021 em Poconé e Barão de Melgaço, localizados no Pantanal Norte, em Mato Grosso, têm sido combatidos com a união de brigadistas de diversas instituições e o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso. Até o momento, 18.884 hectares já foram atingidos nas duas cidades em agosto, 16.771 em Poconé e 2.113 em Barão de Melgaço. Nesta quarta-feira (1/9), as equipes estão concentradas em três locais com focos de incêndio.

Com brigadistas e caminhão pipa, a Brigada Sesc Pantanal está em Poconé, no km 70 da Transpantaneira, próxima ao Rio Pixaim. No local, a equipe atua, desde segunda-feira (30/8), no combate, resfriamento e rescaldo de áreas já queimadas. Em Barão de Melgaço, hoje a brigada está em duas frentes de trabalhos: na Fazenda Caité (região da Capoeirinha) e na área próxima à divisa sul da maior Reserva Particular do Patrimônio Natural do país (RPPN Sesc Pantanal). Já são sete dias de trabalho, com brigadistas caminhão-pipa, pipinha e pá carregadeira, para evitar que o fogo avance para a reserva.

“Os brigadistas passaram a noite monitorando o fogo na divisa da RPPN Sesc Pantanal e outra equipe dá continuidade ao trabalho durante o dia. Esse acompanhamento contínuo é muito importante para manter o controle do foco de incêndio”, diz a superintendente do Polo Socioambiental Sesc Pantanal, Christiane Caetano.

Com a integração das Brigadas Sesc Pantanal, Aliança da Terra, Pantanal Norte, São Pedro de Joselândia, do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, do Sindicato Rural de Poconé, da Associação Indígena Guató, do instituto SOS Pantanal e voluntários, o tempo de resposta aos focos de incêndio tem sido cada vez mais rápida, se comparado ao mesmo período de 2020. “A comunicação e a união entre todos têm sido decisivas para o combate e controle dos focos de calor até o momento”, destaca Caetano.

Temporada da seca 2021

No mês de agosto, a média da temperatura em Poconé e Barão de Melgaço foi de 35º, com índices de umidade relativa do ar que chegaram a 16% e rajadas de vento de até 33 km/h. Incomum para o período, foram registradas chuvas nos dois municípios com até 3,5mm. Ao todo, foram 3.675 focos de incêndio nas duas cidades.

O primeiro foco registrado em Barão de Melgaço em julho foi na Terra Indígena Baía dos Guató, em Barão de Melgaço. Por ser uma área de difícil acesso, não houve combate no local, mas monitoramento dos focos com a Aeronave do Sesc Pantanal. O incêndio não avançou por ter atingido uma área mais úmida. Ao todo, foram 433 hectares de área afetada.

Próximo à comunidade São Pedro de Joselândia, os brigadistas do Sesc Pantanal juntamente com a Brigada de São Pedro de Joselâdia, fazendeiros e voluntários, trabalharam no combate durante uma semana, utilizando pá carregadeira, caminhão pipa, trator com grade e quadriciclo. O fogo queimou 350 hectares e foi extinto.

Na Transpantaneira, que neste momento está com focos de incêndio no km 70 e km 100, também teve outros registros de focos de incêndio ao longo do mês. O Corpo de Bombeiros Militar, Brigadistas do Sesc Pantanal, da Aliança da Terra, do Pantanal Norte, da SOS Pantanal, além de fazendeiros e voluntários, utilizaram caminhões pipas e aeronaves nos combates.

Brigada Sesc Pantanal

Com 20 anos de experiência e uma grande estrutura de equipamentos, o Sesc Pantanal atua preventivamente durante todo o ano, com a campanha de sensibilização “Pantanal sem fogo”, a abertura de aceiros, monitoramento remoto, aéreo e terrestre, bem como no combate em focos de incêndio, tanto nas unidades como nas regiões onde estão inseridas.

Com o início do período da seca, anualmente a equipe de brigadistas é ampliada. Ao todo, são 70 pessoas que compõem as 3 brigadas do Sesc Pantanal: a RPPN Sesc Pantanal (Barão de Melgaço), o Parque Sesc Baía das Pedras (Poconé) e o Parque Sesc Serra Azul (Rosário Oeste).

O Polo Socioambiental tem um Comitê Interno de Prevenção e Combate a Incêndios e instalou neste ano a Base Operacional do Sesc Pantanal que utiliza dois sistemas de monitoramento: o Fire Information for Resource Management System (FIRMS) da NASA e o BDQueimadas, do INPE. A instituição também integra o Comitê Estadual de Gestão do Fogo, conduzido pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema-MT) e do Comitê Temporário Integrado Multiagências de Coordenação Operacional de Mato Grosso (Ciman/MT).

Outras Notícias

Mais Notícias