Logo - Sesc Pantanal Estância Ecológica

Institucional

Notícias

Sesc Pantanal lança desafio e manifesto pela natureza no Dia do Meio Ambiente

05/06/2019
Fonte: Sesc Patanal
Foto: Ricardo Martins

O Sesc Pantanal lança, nesta quarta-feira (05/06), Dia Mundial do Meio Ambiente, o “Manifesto pela Natureza” como alerta sobre a importância da conservação do Pantanal, por meio da educação ambiental e mudança de hábitos. Neste mês, diversas ações serão realizadas nas unidades do polo socioambiental localizadas em Poconé e Rosário Oeste, gratuitamente. Como incentivo, também será lançado neste período um desafio com dicas de como começar a contribuir com a natureza por meio de ações simples.

O manifesto (leia na íntegra aqui) ressalta o quão finito são os recursos, a velocidade da degradação do que é natural, os impactos gerados pelo homem e a urgente necessidade de mudança. Essa mudança, destaca a superintendente do Sesc Pantanal, Christiane Caetano, passa pela ação.

“Por isso, cada mudança de atitude faz sim a diferença e o mês do meio ambiente pode ser o início para assumir uma postura diferente diante da natureza. E é isso o que queremos motivar com o manifesto e o desafio. Nós somos responsáveis pelos impactos ambientais e, por outro lado, podemos assumir compromissos que também nos fazem responsáveis por sua conservação. É uma escolha”, declara.

Como propostas de mudanças, o Sesc Pantanal lança no dia 13 de junho, em Mato Grosso, o “Desafio pela Natureza”, com cinco atitudes a serem implementadas a partir deste mês como rotina. São elas: adotar um copo, trocar sacolas plásticas por retornáveis, separar lixo seco (plásticos e papeis) e molhado (orgânicos), customizar o que já tem ou adquirir roupas em brechós para economizar água utilizada na produção das peças e fazer a limpeza de um espaço público.

Programação nas unidades

Todo o trabalho do Sesc Pantanal, polo socioambiental do Departamento Nacional do Sesc, tem como pilares a educação ambiental, a conservação da biodiversidade, o turismo sustentável e a ação social. Por isso, as unidades localizadas em Poconé e Rosário Oeste também estão com programação gratuita, e aberta ao público, com a temática.

Em Poconé terá a abertura da instalação “Existir, ao que será que se destina?”, da muralista Nadja Lammel, concurso de redação, espetáculo, contação de histórias, palestra, caminhada ecológica, seminário e oficinas. Nos bairros, também serão realizadas palestras, curso de papelaria sustentável e coleta solidária.

No Hotel Sesc Porto Cercado, os hóspedes também vão poder participar de oficinas, espetáculos de teatro e plantar mudas. Já o Parque Sesc Baía das Pedras, anexo ao Hotel, tem na programação a observação de pássaros e oficinas de bioescultura, reboco natural, tintas naturais e jardim dos sentidos.

No Parque Sesc Serra Azul, em Rosário Oeste, a campanha “Adote uma árvore”, destinada aos visitantes da unidade, permitirá plantar uma muda no próprio parque.

“O Sesc Pantanal atua, há mais de 20 anos, na conservação da maior Reserva Particular do Patrimônio Natural do país, a RPPN Sesc Pantanal e as unidades trabalham integradas e convergentes formando um ciclo perfeito de ações sustentáveis”, completa a superintendente Christiane Caetano. Confira toda a programação aqui.


Produção da Natureza


O Sesc Pantanal, em parceria com o Instituto Homem Pantaneiro (IHP), também realiza, nesta quinta-feira (06/06) o workshop “Produção da Natureza - Grande Reserva do Alto Pantanal”, no Hotel Sesc Porto Cercado, localizado no Pantanal mato-grossense.

O objetivo do evento é apresentar o conceito de produção da natureza e como ela é capaz de gerar uma grande marca de atração nacional e internacional, em que as paisagens, fauna e cultura do Pantanal são a principal fonte de desenvolvimento econômico, orgulho e esperança para as comunidades locais e proprietários de terras.

O evento será ministrado pelo biólogo espanhol Ignácio Jiménez Pérez, autor do livro “Produção de Natureza” (2018), ainda não editado para o português. Com experiência profissional em vários continentes, ele explora um terreno ainda pouco conhecido, que amplia a condição de sucesso de ações voltadas à proteção da natureza no mundo.

Outras Notícias

Mais Notícias